quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

MY FUKUSHIMA



A Associação Peace and Art Society, presidida pelo cineasta Paulo Duarte Filipe, está a levar pelo Algarve uma exposição internacional de arte que tem por nome «My Fukushima».
Esta megaexposição reúne centenas de artistas de todo o mundo que criaram as suas obras a partir de poemas do poeta japonês Taro Aizu. Este poeta escreveu um livro de poesia cuja receita reverte para as crianças com cancro vítimas do acidente nuclear de Fukushima em 2011. A exposição internacional de arte conta com diversas performances artísticas, desde instalações, fotografia até pintura e pretende servir de alerta para os perigos da energia nuclear, desde logo ajudando de alguma forma a salvar as suas vítimas. Países como Portugal, Espanha, Israel, Arménia, Rússia, Japão, Alemanha, México, Brasil, Holanda, França, Argentina e muitos outros fizeram questão de marcar presença num contributo artístico, técnico e, sobretudo, solidário em que se consubstancia «My Fukushima».
O Município de Vila Real de Santo e a Eurocidade do Guadiana (constituída pelos municípios de VRSA, Castro Marim e Ayamonte), associam-se à Associação «Peace and Art Society», acolhendo em parceria a megaexposição que se distribuirá pelos três municípios e, em Vila Real de Santo António, por vários pontos da cidade (Centro Cultural António Aleixo; edifício da CMVRSA; Biblioteca Municipal Vicente Campinas; Complexo Desportivo).
A inauguração está prevista para o dia 6 de março, no Centro Cultural António Aleixo, pelas 10:30 horas e a cerimónia de inauguração contará com uma componente de animação. A Associação ¼ Escuro foi convidado pelo município vila-realense a juntar-se à iniciativa (tendo como ponto de partida a interpretação de um poema, daquele poeta japonês). Caso vejam interesse em associar-se, a inscrição é gratuita e a(s) obra(s) da vossa responsabilidade deverá(ão) ser entregue(s) no local de exposição uma semana antes do evento, podendo depois integrar (ou não) a exposição, na sua itinerância futura.